Quarta, Dezembro 13, 2017
Entrar

Samba de Comadre - a banda

O grupo “Samba de Comadre” nasceu de um gostoso encontro, no mês de setembro de 2006, de cinco mulheres: Ana Maria (voz e surdo), Cláudia Costa (voz e pandeiro), Mônica Santos (voz e rebolo), Rachel Valgas (voz e ganzá) e Rosana Vanelle (voz e cavaco), que tinham em comum uma grande paixão pela arte musical, em especial, pelo samba com grande influência de Cartola, Chico Buarque, Zeca Pagodinho, Paulinho da Viola, Jorge Aragão, Leci Brandão, Alcione, entre outros.

No início, era dado somente aos amigos o direito de compartilhar desse nosso prazer. Com o apoio dos mesmos, resolvemos estendê-lo a todos aqueles que tinham paixão ou, simplesmente, gostavam de samba.

O grupo possui em sua trajetória a apresentação em alguns bares, tais como Reciclo, Cartola, Bar do Charles, Club Café, Maria Cocáh, Buffalo Beer, Maria das Tranças, Sete Cumes, festas particulares, carnaval da cidade de Congonhas (2008, 2009 e 2010); participação em alguns eventos, como festivais (Festival de inverno em Congonhas, Confraria de Buteco em BH), bailes de formatura, além de programas televisivos (Globo Horizontes, Programa Elas, Programa Agenda, Caleidoscópio), entre outros.

No final do ano de 2010, em comemoração aos quatro anos da banda, as comadres realizaram o sonho há muito idealizado: o lançamento do primeiro cd. Um cd promocional, com regravações de músicas que marcaram a trajetória do grupo, além de três músicas inéditas: Jeito diferente, composta por Rosana Vanelle, Meu jeito de estar e Quando essa dor passar, da cantora e compositora Sheyla Araújo, que tem uma participação especial nestas faixas do cd.

Login